Grêmio domina Lanús na Argentina, vence com golaços e é tri da Libertadores

30 nov 2017 | 0:03

Pela terceira vez, a América do Sul é preto, azul e branca. Depois de 22 anos, o Grêmio volta ao topo do continente, e de forma incontestável.

Segura, sofrendo poucos riscos e com golaços, a equipe tricolor confirmou o título da Libertadores ao bater o Lanús por 2 a 1 no Estádio Ciudad de Lanús – Néstor Díaz Pérez, nesta quarta-feira. No confronto de ida da final, os brasileiros já tinham triunfado por 1 a 0 em Porto Alegre.

Fernandinho e Luan marcaram ainda no primeiro tempo para os visitantes. Sand, de pênalti, descontou na etapa final, mas nada que ameaçasse a vitória e o título do adversário.

Com a conquista, o Grêmio iguala-se a São Paulo (1992, 1993 e 2005) e Santos (1962, 1963 e 2011) como time brasileiro com mais títulos da Libertadores. Somente quatro clubes possuem mais taças: Independiente (7), Boca Juniors (6), Peñarol (5) e Estudiantes (4). Os gaúchos tinham ficado no lugar mais alto do continente em 1983 e 1995.

A última vez que um brasileiro havia levantado o troféu do principal torneio de clubes da América do Sul tinha sido em 2013, quando o Atlético-MG superou o Olímpia na decisão.

Além disso, o título faz de Renato Gaúcho o primeiro brasileiro a erguer o troféu da competição na condição de jogador e técnico.

Já o Lanús, fundado em 1915, é frustrado em sua primeira final de Libertadores na história.

 

Por ESPN

Comentários ()