Sec. de Assist. Social realiza I Ciclo de Palestra sobre o Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes
porAssessoria
26 maio 2017 | 10:22

Em alusão ao dia 18 de maio, a Secretaria Municipal de Assistência Social realizou o “I Ciclo de Palestras sobre o Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”, foram convidados para o evento profissionais da saúde, da educação e comunidade em geral, também se fez presente estudantes de serviço social de Palmeira dos Índios. Nesse evento houve emissão de certificado de participação.

Aos adultos, além da sua responsabilidade legal de proteger, de defender crianças e adolescentes, cabe o papel pedagógico da orientação e acolhida. Dessa forma, o objetivo do I ciclo de palestra foi superar mitos, tabus e preconceitos oferecendo segurança para que possam se reconhecer como pessoa em desenvolvimento e se envolver coletivamente na defesa, garantia, e promoção dos seus direitos, sendo de fundamental importância comunicar aos órgãos competentes qualquer sinal de violação dos direitos da criança e do adolescente, destacou o Secretário de Assistência Social Jaelson Nazário.

Foram ministradas as seguintes palestras: Luana Barbosa Fernandes Gonçalves – O grito mudo das Aracelis; Kelvia Rouse dos Santos Lima – A importância da intersetorialidade; Katiúscia Angiê Xavier – O papel do PAEFI; Noé Cerqueira Cavalcante – Liberdade assistida e abordagem social e Dr. José Arthur Reis Ferro – Função do advogado no âmbito do CREAS: Proteção da criança e adolescente.

O advogado do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) Dr. José Arthur Reis Ferro, destacou a importância do acompanhamento das crianças e adolescentes por agentes comunitários de saúde, mas especificamente pelos professores, que tem contato diário com as crianças e adolescentes, sendo imprescindível a comunicação imediata aos órgãos competentes, qualquer alteração comportamental ou indícios de abuso ou exploração sexual. A denúncia pode ser efetuada pelo disque 100, canal anônimo sem a necessidade de qualquer identificação do denunciante, ressaltou.

Comentários ()